Crítica: Girl power de Anitta perdeu o bonde do neo-feminismo das divas pop
música

Crítica: Girl power de Anitta perdeu o bonde do neo-feminismo das divas pop

[Crítica minha originalmente publicada no UOL] Não sou particularmente fã da Anitta, mas adoro uma diva pop. Por isso aceitei de “coração aberto” quando meu editor me colou um desafio: fazer uma crítica feminista de “Bang!”, o disco que a cantora “poderosa” acabou de lançar. A coisa se revelou um pouco mais complicada quando percebi … Continuar lendo