televisão

Game of Thrones: A Mãe dos Dragões reúne seu time de mulheres poderosas

daenerys-tyrion-yara-e-ellaria-se-reunem-na-pedra-do-dragao-em-cena-do-segundo-episodio-da-setima-temporada-de-game-of-thrones-1500556757865_v2_1920x1305

Na semana passada falei sobre como não dava pra ficar totalmente empolgada com as mulheres lacradoras de “Game of Thrones” sem lembrar de como a série sempre tratou mal as personagens femininas. Mas vamos deixar isso um pouco de lado, porque elas continuam dominando a sétima temporada, e o segundo episódio foi cheio de mulheres destruidoras sendo destruidoras.

Pra começar, Daenerys (Emilia Clarke), que não só é a Mãe dos Dragões, mas também tem o primeiro conselho igualitário de Westeros (se alguém falar “ain, tem cota pra tudo agora?”, vai direto pra lista da Arya). É com Ellaria Sand (Indira Varma), Olenna Tyrell (Diana Rigg), Yara Greyjoy (Gemma Whelan) e Tyrion Lannister (Peter Dinklage) –três mulheres, duas delas bissexuais, e um deficiente físico– que a Nascida da Tormenta (o nome do episódio) discute a estratégia para tomar Westeros.

Tyrion tem um plano engenhoso: mandar a frota dos Greyjoy para buscar o exército de Dorne e atacar Porto Real (ok, já sabemos que não deu muito certo), enquanto os Imaculados e os Dothraki invadem Rochedo Casterly, a casa dos Lannisters.

Mas quem dá o melhor conselho a Dany é a Rainha dos Espinhos, em um tête-à-tête que é também a primeira vez em que a Targaryen estabelece uma relação com outra mulher poderosa: Olenna aconselha Daenerys a não ouvir os homens inteligentes que tem ao seu redor, pois foi assim que viveu mais do que os homens inteligentes que ela própria conheceu. “Os lordes de Westeros são ovelhas. Você é uma ovelha? Não, você é um dragão. Então seja um dragão”, diz a rainha, numa maravilhosa paráfrase da máxima maquiavélica de que é melhor ser temido do que amado.

e6e209fd_322c_416e_84e1_8c5ff76e5b5b-0

Os eunucos, outra minoria acolhida pela corte da Mãe dos Dragões, também tiveram seus momentos: Varys (Conleth Hill) teve sua lealdade questionada e prometeu ser fiel ao povo, e Verme Cinzento viveu sua primeira noite de amor com Missandei (Nathalie Emmanuel) –finalmente!–, mostrando, depois de hesitar, que há outras formas de satisfazer uma mulher que não envolvem um movimento de britadeira (#ficaadica).

Outra mulher (já não tão) poderosa que cruza o caminho de Dany é Melisandre (Carice van Houten), que manda um “tenho um amigo que você devia conhecer”, e assim Jon Snow (Kit Harrington) é convocado à Pedra do Dragão, abrindo caminho para o encontro mais esperado de todos os tempos acontecer no próximo episódio (o título original da série de livros fala em gelo e fogo, lembra?). A conversa com a Sacerdotisa Vermelha também traz de volta a profecia sobre um príncipe que vai derrotar as trevas, e Missandei esclarece que o príncipe também pode ser uma princesa, a galera é que estava traduzindo errado.

A decisão de Jon de atender o chamado de Daenerys –em parte porque Sam (John Bradley-West) o avisa que sob a Pedra do Dragão está cheio de, dã, vidro de dragão– também põe outra mulher em uma situação de poder: Sansa (Sophie Turner) ganha a tarefa de ser a rainha interina do norte e guardiã de Winterfell na ausência do meio-irmão/primo. Mindinho (Aidan Gillen) parece ficar contente, mas a alegria dura até ser amigavelmente enforcado por Jon na cripta do castelo, ao tentar ganhar sua simpatia, com o lembrete de não chegar perto de Sansa.

É muito cedo para eu teorizar que Dany e Jon são os príncipes prometidos, mas eles vão morrer livrando Westeros dos Caminhantes Brancos e quem vai mandar na porra toda é Sansa, misturando a nobreza Stark com a habilidade de ser safa que aprendeu com Cersei (Lena Headey) e Mindinho?

giphy4

(E alguém mais lembrou que Ned Stark (Sean Bean) também deu uma enforcadinha em Mindinho antes de ser traído e decapitator? Just saying…)

A outra garota Stark, e minha preferida, Arya (Maisie Willians), teve alguns momentos fofos depois de tanto sangue. Primeiro reencontrou seu amigo Torta Quente, que deve ter a vida mais tranquila de Westeros e continua fazendo tortas deliciosas em meio ao caos, além de fazer um frila como recapitulador das últimas temporadas de “GoT”: é ele quem conta para Arya que Jon está de volta a Winterfell, e que sua antiga casa pode de novo ser chamado de “lar doce lar”.

Ela hesita, mas desiste de matar Cersei por hora e ruma para o norte, onde ainda não vai topar com Jon (os desencontros dos Starks poderiam ser uma comédia, se não fossem as mortes sangrentas), mas reencontra outra personagem querida: sua loba Nymeria, agora líder de uma matilha de lobos selvagens. Não à toa, ela recusa a oferta da antiga dona para voltar para casa, e Arya reconhece que essa não é mais a vida do animal, assim como ela própria não se via em uma vida domesticada já na primeira temporada. Mas tenho a impressão de que elas vão voltar a se ver.

nymeria20and20arya20stark20game20of20thrones20season20seven

Mas se estava tudo indo bem para todo mundo, os roteiristas nos passam logo uma rasteira, e a frota dos Greyjoy é interceptada pelo tio-Jack-Sparrow-do-mau Euron (Johan Philip Asbæk), em uma batalha espetacular, também dominada pelas mulheres –Yara e as Serpentes de Areia– não fosse pelo fato de que elas perdem no final e acabar mortas (dois terços das Serpentes) ou aprisionadas (Yara, Ellaria e a terceira Serpente). Já sabemos que Cersei vai receber alguns presentes em breve, mas não aonde foi parar Theon (Alfie Owen-Allen) depois de saltar no mar em meio a um ataque de estresse pós-traumático.

As mulheres poderosas de Westeros se movimentam, mas talvez algumas delas tenham um final nada feliz em breve (só por favor, não inventem de colocar mais um estupro no meio. Obrigada. De nada).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s