literatura

Se eles não conhecem, a gente indica: 10 escritoras para inspirar leitoras e autoras

Frank Sinatra não está mais resfriado e Gay Talese está precisando urgente se atualizar (ok, a gente não podia mesmo esperar ideias muito “modernas” de um cara que usa terno sob medida e chapéu até pra ir na esquina).

Ídolo de 11 entre dez jornalistas, Talese é um dos autores de não-ficção mais celebrados do século 20, precursor do chamado “novo jornalismo”, que procurava dar tratamento de literatura a narrativas jornalísticas. Ele ficou conhecido pelos perfis que escreveu sobre artistas, esportistas e pessoas comuns (entre eles, o mais famoso foi o perfil de Frank Sinatra, que começa justamente com a frase “Frank Sinatra está resfriado”) e os livros sobre grandes temas, como a revolução sexual nos Estados Unidos e a história do jornal The New York Times.

Pois Gay Talese dava uma palestra na Universidade de Boston na semana passada quando foi questionado sobre autoras que o inspiraram. A resposta? “Nenhuma”. A tentativa de explicar: “Porque mulheres cultas não querem conviver com pessoas antissociais” (os renegados são uma espécie de fetiche do escritor).

Nada muito surpreendente para um homem branco de 84 anos, e nem mesmo no plano geral do mercado editorial —uma pesquisa nos EUA e na Inglaterra mostrou que, apesar das mulheres comprarem mais da metade dos livros, a crítica (em sua maioria masculina) ainda foca os autores masculinos; no Brasil, uma pesquisa de alguns anos atrás revelou que 72,7% dos escritores nacionais contemporâneos são homens, e 62,1% de seus personagens também são masculinos.

Mas, apesar da má vontade dos autores veteranos e do mercado, a gente sabe que os séculos 20 e 21 estão cheios de escritoras incríveis, com obras que jamais mereceram o rótulo de “chick lit” (ou literatura de mulherzinha), e o jornal The Guardian pediu que suas leitoras e leitores apontassem nomes de autoras inspiradoras que influenciaram suas vidas. Aí está (os comentários completos você pode ler na página do Guardian):

doris_lessing_20060312

A escritora inglesa Doris Lessing, em foto de 2006 (Imagem: Elke Wetzig/CC-BY-SA-3.0)

Doris Lessing (1919-2013)
Por onde começar: The Golden Notebook – “Celebrado como um dos textos chave do movimento feminista dos anos 1960, este estudo sobre a busca de uma mãe solteira por uma identidade pessoal e política continua um tour de force provocativo e ambicioso”.

toni_morrison_2008

A escritora americana Toni Morrison, em Nova York, em 2008 (Imagem: Angela Radulescu/CC-BY-SA-2.0)

Toni Morrison (1931)
Por onde começar: Amada – “Se Amada representa as terríveis dores e sofrimento de um povo cujo próprio amor materno é pervertido em assassinato, ela não é nenhuma alegoria sutil ou traço incômodo. Este é um romance gigantesco, generoso, humano e emocionante”.

ursula_le_guin_harlan_ellison

A escritora americana Ursula K. Le Guin, em foto de 1984 (Imagem: By Pip R. Lagenta/CC BY 2.0)

Ursula K Le Guin (1929)
Por onde começar: o ciclo de Terramar ou A Mão Esquerda da Escuridão – “são alguns dos poucos títulos que eu tenho confiança suficiente para nomear como verdadeiros clássicos, romances que vão durar para além da nossa geração”.

virginia_woolf_1927

A escritora inglesa Virginia Woolf em 1927 (Imagem: Harvard Theater Collection)

Virginia Woolf (1882-1941)
Por onde começar: Mrs Dalloway – “O grande romance de Woolf faz de um dia de preparações para uma festa o pano de fundo para temas de amores perdidos, escolhas de vida e doença mental”.

moser-the-true-glamour-of-clarice-lispector-1200-630-18124604

A escritora Clarice Lispector (Imagem: Reprodução)

Clarice Lispector (1920-1977)
Por onde começar: A Hora da Estrela – “Todos os talentos e excentricidades da autora brasileira se unem em sua novela mais famosa e final sobre uma pobre datilógrafa no Rio”.

adichie_chimamanda_download_1

A escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, em Lagos, em 2008 (Imagem: George Osodi/AP Photo/Cortesia da John D. and Catherine T. MacArthur Foundation/CC-BY-4.0)

Chimamanda Ngozi Adichie (1977)
Por onde começar: Americanah – “Uma dissecção soberba da questão racial no Reino Unido e nos Estados Unidos”.

margaret_atwood_eden_mills_writers_festival_2006

A escritora canadense Margaret Atwood em Ontário, em 2006 (Imagem: Vanwaffle/CC BY-SA 3.0)

Margaret Atwood (1938)
Por onde começar: O Conto da Aia – “O conto arrepiante de Atwood sobre uma concubina em um Estados Unidos opressivo no futuro é mais necessário do que nunca”.

zadie_smith_3_nbcc_2011_shankbone

A escritora inglesa Zadie Smith, em foto de 2010 (Imagem: David Shankbone/CC-BY-3.0)

Zadie Smith (1975)
Por onde começar: Dentes Brancos, um romance sobre as vidas de várias famílias multiculturais vivendo em Londres – “uma contribuição audaciosa e segura para este processo de olhar no espelho”.

9722025600

Capa do livro “Os Dias do Abandono”, da escritora italiana Elena Ferrante, cuja verdadeira identidade é desconhecida (Imagem: Reprodução)

Elena Ferrante (1943)
Por onde começar: Os Dias do Abandono – “uma novela curta que Ferrante escreveu antes da sua famosa série napolitana —um ótimo aperitivo, e brilhante a seu modo”.

angela-carter-001

A escritora inglesa Angela Carter (Imagem: Reprodução)

Angela Carter (1940-1992)
Por onde começar: Noites no Circo – “A história das viagens da artista de circo alada Sophie Fevver através da Europa do século 19, que foi nomeada o melhor vencedor de todos os tempos do mais antigo prêmio literário britânico”.

Anúncios

Um pensamento sobre “Se eles não conhecem, a gente indica: 10 escritoras para inspirar leitoras e autoras

  1. Muito interessante esse post, parte dessas autoras nunca li, vou manter a lista em mente. Gostei de ver a Clarice Lispector na lista, poderia ter parecido uma indicação óbvia, mas ela precisava estar ali também. Concordo com a indicação de A hora da estrela, pois acredito que seja o livro dela mais receptivo aos não iniciados, há camadas de leitura e alguma coisa esse leitor vai reter… Mto legal! bjs
    http://1pedranocaminho.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s