cinema/famosas/mulheres inspiradoras/televisão

Resumo feminista da semana: Fernanda Gentil, Ilze Scamparini, Emma Watson e os filmes “de mulher”

Reprodução de galeria publicada no portal R& com fotos da jornalista Fernanda Gentil (Reprodução)

Reprodução de galeria publicada no portal R& com fotos da jornalista Fernanda Gentil (Reprodução)

A semana foi quente para as discussões feministas no mundo pop e, se você não teve tempo de acompanhar, veja o nosso resumo:

  • Fernanda Gentili x R7: Com certeza uma das notícias mais comentadas nas redes sociais esta semana foi a mancada do portal R7 com a jornalista Fernanda Gentil. Eleita pelo público e pela mídia como “musa da Copa” durante a cobertura do evento, Fernanda foi clicada na praia, de biquíni. Até aí, tudo bem, mas o site perdeu a linha ao insinuar que o corpo da jornalista era decepcionante sem roupa, com gordurinhas e celulites supostamente muito bem escondidas pelos figurinistas da Rede Globo. Hein? Não importa se ela é uma figura pública, mulher nenhuma tem que seguir um suposto padrão de corpo “perfeito” (e “perfeito” pra quem, jacaré?). Além de ser grosseria, galerias como essa fazem com que as meninas que têm encanações com o corpo se sintam ainda piores. Pegou mal, muito mal, a galera xingou muito no Twitter, e mais ainda quando descobriu-se que Fernanda está grávida. Resultado: o R7 tirou o conteúdo do ar e ainda teve que se desculpar publicamente. Bem feito.
21.jan.2015 - Ilze Scamparini aparece em enquadramento estranho durante reportagem para Globo, em Roma (Reprodução)

21.jan.2015 – Ilze Scamparini aparece em enquadramento estranho durante reportagem para Globo, em Roma (Reprodução)

  • A barriga de Ilze Scamparini: Na mesma linha do que aconteceu com Fernanda Gentil, mas em um nível um pouquinho menos pior, o site Notícias da TV resolveu que a correspondente da Globo na Itália Ilze Scamparini estava querendo esconder a barriga –porque, né, toda mulher tem que ter vergonha da barriga se estiver acima do peso… Tirando sei lá de onde que a jornalista tem problemas em exibir o próprio corpo, a nota publicada apontava o peso dela como motivo para um enquadramento esdrúxulo de uma reportagem com Ilze, que mostrava mais do céu de Roma do que do corpo dela. Ok, o enquadramento estava mesmo estranho, mas a culpa tem que recair sempre no corpo da mulher? E não é justamente por julgamentos como esse que muitas mulheres têm vergonha de mostrar o corpo “acima do peso”?
Cena de "A Culpa É das Estrelas", filme que teve o maior público o Brasil em 2014, até agora

Cena de “A Culpa É das Estrelas”, filme que teve o maior público o Brasil em 2014, até agora

  • Mulheres bombando no cinema: Os filmes protagonizados por mulheres bombaram nos cinemas americanos e brasileiros. Por aqui, o campeão de bilheteria em 2014 foi “A Culpa É das Estrelas”, drama centrado em uma garota que tem câncer terminal, que levou 6,16 milhões de espectadores às salas de cinema, deixando o segundo lugar para outro filme sobre mulheres poderosas, a fábula “Malévola“. Enquanto isso, nos Estados Unidos, Katniss Everdeen deu um chute na bunda dos heróis de “Guardiões da Galáxia”, levando “Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1” ao topo. Como já falamos por aqui, está mais que na hora de o mercado entender que filmes sobre mulheres podem ser um sucesso [falamos disso no nosso podcast] –e mais na hora ainda de as mulheres terem mais espaço não só nas telas, como também por trás das câmeras.

  • Emma Watson e mais um discurso incrível: Nossa musa Hermione, digo, Emma Watson , fez mais um discurso que merece ser ouvido como embaixadora da ONU Mulheres. Durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, ela chamou os empresários na chincha, querendo saber o que eles têm feito para garantir a igualdade: “Empresários: Vocês foram mentores, deram apoio ou colocaram mulheres em posições de liderança? Escritores: vocês desafiaram a linguagem e as imagens usadas para retratar as mulheres na mídia? CEOs: Vocês implementaram princípios de empoderamento em suas empresas?” Ela ainda se mostrou surpresa pela repercussão de suas campanha, mas fez questão de enfatizar que o potencial das mulheres está longe de ser bem valorizado. ❤

 

[aproveita a ocasião e faz esse teste do UOL pra saber se você é machista]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s